Vocação, uma escolha feita no coração de Deus.

Mês vocacional, tempo em que se procura, em primeiro lugar, despertar a consciência vocacional.

Agosto, é o mês vocacional, tempo em que se procura, em primeiro lugar, despertar a consciência vocacional, em que todos são chamados. Procura-se também celebrar as diversas formas de responder ao Chamado de Deus. Por isso, a comunidade eclesial reza e agradece pela vocação sacerdotal, pela vocação à vida familiar, à vida consagrada, e a vocação a vida laical. Deste modo, busca-se destacar todos os meios de se viver, em primeiro lugar a vocação batismal, configurando-a em formas específicas de consagração, ministério e serviço.
Segundo o site da Canção Nova, vocação é um dom gratuito de Deus, dado de forma particular para cada um, é muito importante que se trilhe um caminho de descoberta, pois quando é realizada a vontade de Deus, é possível realizá-la interiormente e, assim, encontrar o sentido da vida. A primeira vocação, é a vida; a segunda, é o chamado à santidade que todo cristão recebe de Deus e depois existem as vocações específicas dentro de um campo profissional. Contudo, existe também a vocação cristã, como é o caso da vocação ao matrimônio, à vida religiosa, ao sacerdócio, ou seja, é Deus quem inspira cada um, é Ele quem vocaciona e coloca em cada um, essa iniciativa.
Muitas vidas se entrelaçam e, unidos por vocação, homens e mulheres, jovens, casados e solteiros, sacerdotes e celibatários assumem, de forma integral, a missão de evangelizar e salvar almas para Deus.

Veja a mensagem que a Postulante Leilivana Vieira, da congregação das Irmãs de Cristo Pastor, deixou.

Fonte: Érica Bolonhezi
Jornalista diocesana
Arte: Rejane Rocha
Assessora de comunicação e PASCOM diocesana

Compartilhar: