São criados novos cardeais no encerramento do Ano Santo da Misericórdia

cq5dam-web-800-800-4

O Papa Francisco presidiu neste sábado dia 19 de novembro na Basílica de S. Pedro o terceiro consistório do seu pontificado para a criação de 17 cardeais, dos quais 13 são eleitores, renovando, assim, o Colégio Cardinalício.

Os 13 novos cardeais eleitores são provenientes de 11 países, expressando a universalidade da Igreja que anuncia e testemunha a Boa Nova da Misericórdia de Deus.

Entre os novos purpurados está mais um de língua portuguesa que é o Arcebispo de Brasília, D. Sérgio da Rocha. De registar que será criado o mais jovem cardeal da Igreja, D. Dieudonné Nzapalainga, de 49 anos, Arcebispo de Bangui na República Centro-Africana.

cq5dam-web-800-800-3

Os novos cardeais são os seguintes prelados:

D. Mario Zenari, Núncio Apostólico na Síria (Italia);

D. Dieudonné Nzapalainga, C.S.Sp., Arcebispo de Bangui (Republica Centro-Africana);

D. Carlos Osoro Sierra, Arcebispo de Madrid (Espanha);

D. Sérgio da Rocha, Arcebispo de Brasília (Brasil);

D. Blase J. Cupich, Arcebispo de Chicago (EUA);

D. Patrick D’Rozario, C.S.C., Arcebispo de Dhaka (Bangladesh);

D. Baltazar Enrique Porras Cardozo, Arcebispo de Mérida (Venezuela);

D. Jozef De Kesel, Arcebispo de Malines-Bruxelles (Bélgica);

D. Maurice Piat, Arcebispo de Port-Louis (Ilha Mauricio);

D. Kevin Joseph Farrell, Prefeito do Dicastério para os Leigos, Família e a Vida (EUA);

D. Carlos Aguiar Retes, Arcebispo de Tlalnepantla (México);

D. John Ribat, M.S.C., Arcebispo de Port Moresby (Papua Nova Guiné);

D. Joseph William Tobin, C.SS.R., Arcebispo de Indianápolis (EUA).

A estes novos cardeais juntam-se dois arcebispos e um bispo emérito que se distinguiram no seu serviço pastoral e ainda um presbítero que demonstrou um claro testemunho cristão. São eles D. Anthony Soter Fernandez, Arcebispo Emérito de Kuala Lumpur (Malásia); D. Renato Corti, Arcebispo Emérito de Novara (Italia); D. Sebastian Koto Khoarai, O.M.I, Bispo Emérito de Mohale’s Hoek (Lesotho) e o padre Ernest Simoni, Presbítero da arquidiocese de Shkodrë-Pult (Scutari – Albânia).

Na manhã de domingo dia 20 de novembro, Solenidade de Cristo Rei e encerramento solene do Ano Santo da Misericórdia, os novos cardeais, com o Colégio Cardinalício, arcebispos, bispos e presbíteros vão concelebrar à Eucaristia que será presidida pelo Papa Francisco na Praça de S. Pedro.

Visita a Bento XVI

cq5dam-web-800-800

O Papa Francisco e os novos cardeais que criou hoje, na Basílica de São Pedro, visitaram Bento XVI, Papa emérito, no Mosteiro ‘Mater Ecclesiae’, onde reside, noticiou a Rádio Vaticano.

O encontro aconteceu no final do consistório público desta manhã, tendo o Papa e os 16 cardeais seguido em dois minibus para o breve percurso que os levou até à residência de Bento XVI.

A emissora pontifícia fala de um encontro “caraterizado pela alegria e a simplicidade”, marcado pelos cumprimentos entre o Papa emérito e o seu sucessor.

A última aparição pública de Bento XVI tinha acontecido a 28 de junho, quando regressou ao Palácio Apostólico do Vaticano pela primeira vez desde o final do seu pontificado, para uma cerimónia de homenagem pelo seu 65.º aniversário de sacerdócio, presidida pelo atual Papa.

O Papa emérito disse ter ficado sensibilizado pela “bondade” de Francisco “desde o primeiro momento da sua eleição” e “em cada momento” da sua vida no Vaticano.

Bento XVI anunciou a sua renúncia ao pontificado a 11 de fevereiro de 2013, uma decisão inédita em quase 600 anos de história na Igreja Católica, e está a manter desde então uma vida de recolhimento, no Vaticano, surgindo esporadicamente em público para acompanhar cerimónias presididas por Francisco ou receber homenagens.

Fonte: Rádio Vaticana – News.va/pt / Agência Ecclesia

Compartilhar:

Deixe um comentário

ver todos os comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados publicamente. *