Celebração do Dia do Trabalhador será neste 1º de maio à margem da PR-323

Como de costume em nossa Diocese, todo dia 1º de maio (Dia do Trabalhador e de São José Operário, padroeiro dos trabalhadores), é realizada a Santa Missa em prol das vítimas da PR-323 e seus familiares, a margem da rodovia, no pátio do posto 3 cavalos, e esse ano não poderia ser diferente. O ano de 2016 foi o mais violento na história da rodovia e ela tomou o infeliz posto de rodovia mais perigosa do Paraná e está entre as piores do sul do país.

Neste ano, além de rezar pelas almas das vítimas que perderam a vida na rodovia, a missa será também pelos sobreviventes e familiares enlutados. A Diocese de Umuarama apoia o movimento: “Vítimas do descaso”, que é uma comissão organizada em prol da duplicação da rodovia, promovida pela Sociedade Civil Organizada de Umuarama, Cianorte e Maringá, que pede providências urgentes junto ao governo estadual. A Comissão de Umuarama, presidida pelo Sr. Sérgio Frederico, estará presente realizando a cola de adesivos nos carros, divulgando e oferecendo o apoio e suporte necessários, somando forças para, assim, para alcançarmos o objetivo.

A celebração acontecerá no dia 01 de maio, às 10h, no Auto Posto 3 Cavalos, próximo ao viaduto de saída para Cianorte e Maringá.

Convidamos a todos para que se façam presentes juntamente com seus familiares, amigos e todos os conhecidos, para rezar ao Cristo Ressuscitado pelas vítimas envolvidas nos acidentes, e para que Deus Pai ilumine e guie os governantes para que seja feito o melhor para seu povo.

TRAGÉDIA

A discussão sobre a duplicação tomou força e proporção nacional após o acidente no final de outubro de 2016, em que 21 pessoas morreram em um acidente entre um caminhão-tanque de uma empresa de laticínios e um ônibus da Secretaria de Saúde de Altônia, que vinha para Umuarama trazer alguns moradores para consultas médicas. O acidente aconteceu próximo ao portal da cidade de Cafezal do Sul. Na ocasião, morreram 20 pessoas carbonizadas no ônibus e outra após o atendimento do corpo de bombeiros.

Com isso, 2016 terminou com um número assustador: 61 mortes na PR-323 naquele ano (mortes no local), mas também houveram mais de 40 outras mortes em hospitais e após o socorro, números que não são inclusos nas estatísticas, somando um total de mais de 100 mortos, somente em 2016, tornando, assim, a rodovia PR-323 a mais violenta do Estado.

COMPROMISSO

A Diocese de Umuarama reitera sua posição em defesa da integralidade, inviolabilidade e dignidade da vida humana, desde a sua concepção até a morte natural (cf. Constituição Federal, art. 1°, III; 3°, IV e 5°, caput). Lembrando ainda que está acompanhando de perto o andamento do processo de possível duplicação da rodovia e trabalha pelo povo e para o povo de Deus.

“Propus a vida e a morte; escolhe, pois, a vida ” (cf. Dt. 30,19)