Economia de Francisco: despertar de um novo caminho

A Diocese de Umuarama tem uma representante no evento.

Entre os dias 22 a 24 de setembro, o Papa Francisco se unirá presencialmente com mais de 2.000 jovens empreendedores, economistas e estudiosos de todo o mundo, para debaterem e proporem soluções ao atual cenário econômico mundial.A “Economia de Francisco”, proposta pelo Papa Francisco desde 2020, busca debater, discutir e planejar ações e estratégias para construir uma “nova economia”. O Pontífice desafia os jovens para a missão, para serem revolucionários e renovarem, com sabedoria, os padrões estabelecidos, além de serem autênticos agentes de mudança e transformação no contexto em que estão inseridos.
O evento acontecerá na cidade de Assis, na Itália. A Diocese de Umuarama terá uma representante no evento, a Leticia Framesche, da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Umuarama, mestre em Engenharia Sanitária e Ambiental, atualmente, vice coordenadora da Pastoral da Ecologia Integral da Diocese e do Regional Sul 2.Para ela, a expectativa é que ações concretas e novos caminhos sejam realmente traçados. “Nós do Paraná estamos fomentando a articulação da Pastoral da Ecologia Integral (PEI), baseada na Economia de Francisco. Por mais que o nome seja “Pastoral da Ecologia Integral”, o objetivo é alinhar necessidades ambientais, sociais, econômicas, sanitárias e culturais de cada paróquia e somatizar forças a instituições públicas, universidades, representantes legais, pois juntos podemos mais e temos mais força. É assim que se constrói uma nova economia. Acima de tudo, que consigamos impactar positivamente o local em que vivemos e as pessoas que nos cercam. As mudanças são necessárias, então, devemos agir”, finaliza a engenheira.

Texto: Érica Bolonhezi
Jornalista Diocesana e PASCOM
Publicação: Gabriel Rocha
Assessor de Comunicação e PASCOM
Fotos: Letícia Framesche

Compartilhar: